terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Tom Jobim - Tom Jobim Inédito (1987)



























Em homenagem a um dos maiores músicos do mundo, que há 15 anos nos deixou, trago a capa do belíssimo álbum "Tom Jobim Inédito". Gravado em 1987 para a Odebrecht, e distribuído comercialmente, em tiragem limitada, no final de 1995, um ano depois de sua morte, o álbum foi relançado pela Biscoito Fino dez anos depois. Nele, Tom recria 24 de seus maiores sucessos, naquele que era considerado pelo maestro como o disco que ele mais gostou de gravar.
Tom Jobim morreu no dia 8 de dezembro de 1994, no hospital Mount Sinai em Nova York. Em suas últimas palavras, o eterno amor pelo Rio: "Quero ir para a praia! Para junto do mar... respirar a maresia... respirar...".




Eu não existo sem você
(Tom Jobim e Vinicius de Moraes) - Faixa n° 10
Com Ana Lontra Jobim e Tom Jobim

Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo
Levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você

*********

Do DVD Chega de Saudade, a comovente abertura com a mesma música.

2 comentários:

edynho disse...

Magnifico!

Penha Araujo disse...

Vi a indicação de seu blog em L.Nassif.Adorei e sugeri a vários amigos e também a meu filho Rafael que estuda na Alemanha.
Parabéns!