sábado, 11 de outubro de 2008

Cartola - Centenário

"Cartola não existiu, foi um sonho que a gente teve" (Nelson Sargento)


























As Rosas Não Falam
Cartola



Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão
Enfim

Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar
Para mim

Queixo-me às rosas mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti

Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E quem sabe sonhavas meus sonhos
Por fim

4 comentários:

Nando Nazareth disse...

Helô,

Sensacional Cartola!

E que frase a do Nelson Sargento!

Belas escolhas (só pra variar... rsrs)

Um abraço do

Nando

tereza disse...

Heloise, linda homenagem!
Cartola foi mesmo um sonho.
Beijos.
Tereza.

ana de toledo disse...

Maravilha!!
Um beijo

Adelino disse...

Helô, apesar de tudo eu sabia pouco ou nada de Cartola. Nem sabia que ele veio da classe média, morador do Catete ou Laranjeiras. As dificuldades financeiras da família o levaram a morar na Mangueira, na Mangueira de outrora, quando o cenário "era uma beleza".
Beijos.